sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Leilão de Antigos em Ponta Grossa

Dia 13 de novembro, acontece durante o 20° Sul Brasileiro , o primeiro leilão realizado num domingo desde 1952 quando foi proibido, e será de autos antigos, organizado pela empresa Loja&Bessler .
Maiores informações: http://www.20sulbrasileiro.com.br/.

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Salão Internacional de Veículos Antigos

Acontece de 24 a 27 de novembro no Pavilhão de Exposições do Anhembi,  na cidade de São Paulo o Salão Internacional de Veículos Antigos.






Maiores informações acesse : salaodeantigos.com.br





.

terça-feira, 6 de setembro de 2011

O Fiat " Otto Vu "


Com design de Fabio Luigi Rapi , sob o comando do engenheiro Dante Giacosa, o Fiat Otto vú  foi apresentado em 1952 no Salão de Genebra.
A denominação “Otto Vu” viria da noção equivocada da Fiat de que a Ford teria o direito exclusivo ao termo V-8.


Fiat 1952

 
Esta machina da Fiat tinha um motor v8 de 105 hp para um peso de 1061kg e atingia cerca de 190km/h.
Foram produzidas 114 unidades, sendo a maioria  coupés e poucos spiders. Outra grande curiosidade é que somente 34 unidades foram feitas pela Fiat, as demais foram produzidas por outras encarroçadoras como a Zagato que fez 32 carros, e as outras feitas por Vignale e pelo estúdio Ghia.


Zagato 53
 
 
Ghia 52
 
 
Ghia Supersonic 53


Vignale 52 Demon Rouge
 
 
 
 
 
Fotos: google
 
 


terça-feira, 23 de agosto de 2011

Maringá

Em frente ao 10º monumento em altura do mundo, a Catedral de Maringá, acontece este fim de semana, 27 e 28 de agosto o 5° encontro de autos antigos de Maringá- Pr, já andei muito de Dkw por lá.

domingo, 10 de julho de 2011

Antonina

Acontece de 29 a 31 de julho o 10º Encontro de Veículos Antigos e Especiais de Antonina-Pr.
Quem promove é o MP Lafer Clube do Paraná.
Com certeza um ótimo passeio.



                                                                              clique na imagem para ampliar







.

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Começou !

O maior, o melhor e o mais divertido encontro de antigos começou nesta quinta (23) em Águas de Lindóia - Sp , já perdi a conta de quantas vezes fui, se ainda não foi aconselho que vá.


                                                                       Encontro em 2010


                                                                                  2010


                                                                               2010




.

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Buick Streamliner

Num tempo em que a voluptuosidade imperava e as curvas eram um dos traços mais importantes em variadas áreas, Norman E. Timbs criou, em 1948, um dos ícones supremos do mundo dos carros clássicos, o Buick Streamliner.



Engenheiro mecânico, Timbs levou mais de dois anos para terminar este elegante roadster, assegurando a qualidade do seu trabalho a capa da revista Motor Trend, além de artigos em outras importantes edições como a Mechanics Illustrated, Popular Mechanics e a Motor Life.



Composto por um chassi de aço e um corpo em alumínio trabalhado à mão,o design de Norman distanciou-se dos cromados excessivos e das enormes barbatanas traseiras que dominavam o mundo automóvel da América. Ainda hoje um dos carros mais raros do mundo, único, já nos anos quarenta o Buick Streamliner era uma raridade para os americanos, e talvez tenha sido ele mesmo o grande ícone e o modelo seguido no pós-guerra.




Quase 50 anos se passaram para que se tornasse a ouvir falar na criação de Norman E. Timbs, ao ser encontrado em 2002, no deserto, praticamente intocado. Foi então comprado em leilão e restaurado por Dave Crouse da Custom Inc. em Loveland, Colorado, a pedido dos novos proprietários, Gary e Diane Cerveny de Malibu, Califórnia.


                                 


Depois de uma restauração completa, fiel e exigente, 2010 foi o ano em que este magnífico clássico reapareceu ao mundo no Amelia Island Concours d'Elegance, concorrendo na categoria Motor Trend Cover Cars, da qual não saiu vencedor, infelizmente.


 



Fonte: obviuosmag.org

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Corvair Testudo

Será leiloado dia 21 sábado, o Chevrolet Corvair Testudo 1963, e mais 5 carros conceito do estúdio Bertone. Desenhado por Giorgetto Giugiaro, este auto já foi citado aqui no blog por ter inspirado o desenho do nosso VW SP2.
A venda dos modelos é parte do processo de concordata aberto em 2007 pelo estúdio italiano Bertone e exigencia do consórcio privado que adquiriu a empresa.
É esperado atingir valores acima de 2 milhões de euros para cada modelo, no leilão que será realizado pela empresa RM Auction especializada em leilões de automóveis de luxo.

                                                                         Corvair Testudo 1963





Fonte: Folha.com

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Cord Duesenberg

O nascimento de um dos mais revolucionários veículos produzidos é atribuído ao projetista Gordon Buehrig que, após breve passagem pela General Motors, sob o comando de Harley Earl, retorna a trabalhar na Duesenberg Motors, adquirida por Erret Loban Cord poucos anos antes.
Buehrig foi designado a desenvolver um novo modelo, mais acessível ao mercado em relação aos Duesenberg ofertados por valores muito altos naquele momento  .


Utilizando-se de conceitos não aproveitados na sua passagem pela GM, desenvolveu um inovador projeto, com tração dianteira, motor V8 de 4,7 litros e 125 CV produzido pala Lycoming. Surgia então o Cord 810, que é apresentado em 2 de novembro de 1935 no Salão do Automóvel de Nova York.
Com faróis retráteis e sem a grade do radiador, Buehrig inova criando entradas de ar na forma de venezianas  ao longo do capo para a entrada de ar. Como tinha tração dianteira, não possuía o eixo de transmissão para as rodas traseiras, o que permitiu reduzir sua altura, facilitando a entrada na cabine e dispensando os estribos laterais.


Quatro versões foram produzidas:
Cord 810 Sportsman ( conversível 2 lugares )
Phaeton ( conversível 4 lugares )
Westchester e Beverly , ambos sedans de 4 portas , carroceria fechada, sendo que o último com acabamento mais luxuoso.


Em setembro de 1937 encerra-se a produção do Cord 810 e 812 (este com motorização 45 CV mais potente). Foram produzidas aproximadamente 2900 unidades deste revolucionário automóvel que estava muito a frente de seu tempo e que recebeu em 1951 pelo Museu de Arte Moderna de Nova York o título de um dos dez melhores designs de automóveis da história.




Fotos: google
Fonte : MG Clube/ Herve Salmon

sábado, 9 de abril de 2011

E.L.A.S 8º Encontro

  Clique para ampliar

Encontro em Curitiba que reúne os principais clubes de antigos do Paraná, vale a pena conferir !





sexta-feira, 1 de abril de 2011

DKW GT Malzoni

A história do Gt Malzoni começa em 64, quando Rino Malzoni fabrica o primeiro protótipo feito em chapas de metal e motorização DKW para as pistas de competições. O carro era fabricado na fazenda de cana de açúcar de Rino em Matão, interior de São Paulo. Logo obteve sucesso, diante de seus concorrentes que eram os carros da Willys, principalmente o Interlagos, os FNM JK e os Simca.




Pouco tempo depois, Jorge Lettry, que comandava o departamento de competições da Vemag, e o projetista Genaro "Rino" Malzoni,  juntaram-se a Anísio Campos, piloto e designer, Luis Roberto Alves da Costa, Miltom Masteguin e Mario César "Marinho" de Camargo Filho, piloto da Vemag para desenvolver um esportivo totalmente nacional.
Fundou-se então a Lumimari, nome formado pela junção de Luis, Milton, Marinho e Rino, que iniciou o projeto do novo carro para produção em série, o GT Malzoni. Modelo pequeno e leve, cerca de 900 kg, com com carroceria de plástico reforçado e fibra de vidro, com inspirações nos modelos italianos, mais especificamente na Ferrari 275 Gt.



A pequena empresa foi reconhecida em 14 de setembro de 1966 pelo GEIMEC ( Grupo Executivo das Indústrias Mecânicas) como integrante do parque automobilístico brasileiro, e mudou seu nome para Puma Veículos e Motores; o veículo DKW Malzoni GT passou a se chamar Puma GT.




Fonte: best cars
Foto: quatro rodas/ google

quarta-feira, 23 de março de 2011

Encontro Mustang Clube

Para os amantes de muscle cars:


clique na imagem para ampliar

Os antigos , principalmente os da década de 60, são autos que admiro muito.
Com certeza terão muitos por lá.

.

quarta-feira, 16 de março de 2011

Ari Antonio da Rocha e o Aruanda

O idealizador e promotor do Salão do Automóvel, Caio de Alcântara Machado criou no início dos anos 60 o Prêmio Lucio Meira de Design Automobilístico, para incentivar designers e estilistas automotivos brasileiros. Em 64 revelou-se então um jovem de vinte e poucos anos chamado Ari Antonio da Rocha, recebendo o prêmio daquele ano pelo projeto de um mini carro urbano chamado Aruanda, que também viria a receber no ano seguinte o prêmio de projeto mais inovador no Salão de Turim, na Itália.


O projeto iniciou-se em 61, após estudos do problema de tráfego urbano, onde, não sendo possível ampliar as dimensões das ruas e avenidas, resolveu-se compactar os veículos, que na época tinham na sua grande maioria, motores de grande potência e carrocerias enormes para transportar geralmente uma pessoa.
Em 66 o então presidente do senado australiano, em nome da Associação dos Fabricantes de Automóveis propôs construí-lo na Austrália, utilizando um motor elétrico. Nacionalista, Ari recusou, queria que fosse construído no Brasil, para recuperar a identidade nacional meio perdida. Após cinco anos de tentativa, Ari frustrado, desistiu de produzí-lo.


                                       Aruanda no Salão de Turim

O estúdio Fissore na Itália foi o responsável pela confecção do único exemplar do Aruanda, que após anos perdido foi encontrado em péssimo estado e devolvido ao seu criador . Depois de tentativas frustradas de patrocínio para restaurar o Aruanda, Ari resolveu por conta própria bancar a empreitada que ficou a cargo do restaurador  Ricardo Oppi, a quem eu já mencionei na postagem do Onça.


                                                               O Aruanda já restaurado


Ari também teve passagem marcante na Vemag no departamento de estilo, desenvolvendo nova gama de cores para os veículos, e foi o responsável pela mudança da abertura das portas dianteiras do DKW, que no seu entendimento eram perigosas, além de causarem embaraço para as mulheres que usavam saias e deixavam à mostra seus joelhos.


                                             DKW Belcar





Fotos: CCAL
          Maxicar

terça-feira, 8 de março de 2011

Encontro da Lapa

Ano passado não pude ir, este ano estarei lá.
Cidade histórica, carros históricos, não pode ter erro.



Clique na imagem para ampliar



.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Onça, o Mustang nacional

A FNM pretendia honrar a tradição da marca Alfa Romeo em desenvolver parcerias com grandes designers, só que de forma totalmente nacional. Assim, na metade dos anos 60, com a parceria do designer Rino Malzoni nascia o Onça. O monobloco era emprestado do FNM 2000, com distância entre eixos encurtada e com carroceria em  plástico reforçado com fibra de vidro, como nos GT Malzoni. As linhas eram "super" inspiradas no Ford Mustang. Assim que a Alfa Romeo italiana  soube da iniciativa de sua "filial" brasileira, não gostou e ordenou que a produção e comercialização fossem suspensas.



FNM Onça

Eu tinha grande curiosidade em ver esse carro pessoalmente, o que aconteceu ano passado no encontro em  Águas de Lindóia. Como pouquíssimas unidades foram fabricadas, ver um carro desses restaurados é sempre uma grande motivação. Parabéns ao Ricardo Oppi, proprietário desse belo exemplar, aí embaixo.






Fonte: Memória sobre rodas - Fabio Steinbruch
Foto : Quatro Rodas

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Matador

Em novembro de 1949, a Tempo Werke, de Hamburg, Alemanha, lançava o Matador, um utilitário com o mesmo conceito da Kombi, com cabine avançada, e idêntico motor Volkswagen de 1,1 litro e 25 cv. Era o único veículo produzido na Europa com autorização da VW para o uso de sua mecânica.


                                                                 Tempo Matador 1951

O Matador fez sucesso em um mercado carente de utilitários para uma tonelada de carga. Teve versões furgão (inclusive uma de teto alto) e picape e chegou a ganhar volante à direita para exportação à Austrália, onde a Kombi ainda não havia chegado, entre 1950 e 1952. O chassi era exclusivo, separado da carroceria, com suspensões que usavam feixe de molas transversal à frente e duas molas helicoidais de cada lado na traseira.

O motor não ficava atrás, mas sim abaixo do banco inteiriço, que basculava à frente para o acesso à mecânica. A tração também era dianteira. Curioso era o tanque de combustível na frente, com bocal acessível por uma portinhola abaixo do duplo pára-brisa. O nome do carro se justificaria em uma colisão frontal...

O Matador foi produzido até 66, quando a Hanomag, até então proprietária da marca, vende suas ações para a Mercedes Benz, que passou a produzir o utilitário, agora com motor diesel e com o nome de  Mercedes L 206 D e L 306 D , conforme a capacidade de carga de uma ou duas toneladas.
Estas versões foram produzidas até 1978.



Fonte: Best Cars Web

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Caçador de Relíquias


Tenho acompanhado no History Channel domingo à noite, um programa bem legal sobre dois caras que compram e vendem antiguidades, desde latas de óleo, placas,  móveis , motos, bicicletas, bombas de gasolina e também automóveis. O programa chama-se American Pickers ,  no Brasil , Caçadores de Relíquias.


                                                           Simca Chambord

De certa forma me identifiquei com o programa, pois já faço isso a algum tempo, como mostro nesta foto.
Achar preciosidades  guardadas a anos em garagens e barracões é uma emoção tão grande quanto restaurá-las.




.

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Giugiaro: o projetista do século XX


Giorgetto Giugiaro nasceu em 7 de agosto de 1938 em Garessio, região de Piemonte na Itália.
Ainda adolescente estudou artes e desenho técnico, sendo descoberto por Dante Giacosa , designer e diretor técnico da Fiat, que o levou para trabalhar no centro de estilo da marca. Poucos anos depois foi convidado a  assumir cargo de destaque no estúdio de Nuccio Bertone, onde desenhou vários modelos esportivos de luxo e carros conceito, como vimos no Corvair Testudo, que postei anteriormente.
Em 65, Giugiaro muda-se para a Ghia, renomada empresa italiana de desenho e construção de carrocerias, tornando-se Diretor do Centro de Estilo e Desenho. Durante os dois anos que ali esteve realizou trabalhos fantásticos como o De Tomaso Mangusta e o Maserati Ghibli ambos em 66.

                                            De Tomaso Mangusta

Em 67 fundou a Ital Styling empresa independente pela qual prestava serviços à Ghia.
Mas foi com a Italdesign que Giugiaro realizou seu sonho de trabalhar por conta própria.
A partir de 74 a firma ganhava uma divisão de Design de Produto, em diferentes ramos de mercado, como câmeras fotográficas, móveis, telefones, relógios e computadores.
Na década de 70, Giugiaro  lança modelos conhecidos como “papel dobrado”, com linhas definidas por traços retos. Isso lhe rendeu a fama de projetar carros muito funcionais, com bom aproveitamento de espaço e quase sempre com grande área envidraçada. Isso fica claro quando cria vários carros conceito como o Porsche VW Tapiro, e os de linha como o Lótus Spirit em 72, a primeira geração dos VW Passat em 73, o Golf em 74, o Uno em 83 ,  e o lendário De Lorean DMC 12 em 81.

  De Lorean DMC

Este Designer tem em seu currículo uma infinidade de grandes carros desenvolvidos e é um dos projetistas mais premiados da história.
Giugiaro foi eleito em 1999  por 120 jornalistas de diversos países como o Projetista do Século XX,  em uma eleição realizada em Las Vegas .




Fonte: Best Cars Web Site

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Inspirações

                                         Corvair Testudo 1963

Concebido pelo designer Giorgetto Giugiaro quando trabalhava para o estúdio italiano Bertone, este protótipo utilizava a  plataforma original do Chevrolet Corvair, e seu motor traseiro boxer de seis cilindros refrigerado a ar,  como o conceito mecânico da VW. 
Assim que  foi lançado nos Estados Unidos, o Corvair se tornou "material de sonhos" de varios designers que produziram vários carros conceito  na Europa e nos EUA . Mas não é pelo seu desenho e nem por ser concebido por Giugiaro no estúdio Bertone que postei este modelo, e sim por ser uma das referencias de Márcio Piancastelli e sua equipe de design da VW do Brasil,  no projeto do nosso SP 2, lançado em 1972,  feito inteiramente no Brasil e considerado o Volkswagem mais bonito do mundo pela revista alemã Hobby.




Fonte : Revista Fusca & Cia
            Quatro Rodas



sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Motor à combustão

A Mercedes Benz comemora neste sábado dia 29, os 125 anos da patente do 1º veículo com motor à combustão.
Carl Benz foi quem registrou a invenção, no mesmo ano outro alemão, Gottlieb Daimler completou um projeto semelhante. Hoje a Daimler AG é proprietária das marcas Mercedez Benz, Maybach, Smart entre outras.



terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Alguém se habilita?

Ferrari 330 Gt
O primeiro automóvel do Beetle John Lennon será leiloado dia 5 de fevereiro com lance mínimo de 120.000 euros em Paris, num evento promovido pela casa britanica Bonhams. A Ferrari 330 gt coupé foi escolhida e comprada por 2.000 libras depois que concessionárias da Masserati, Aston Martin, Jaguar e Ferrari souberam que John havia tirado sua carteira de motorista e foram até sua mansão oferecer seus modelos.
Bela escolha.

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Dia Nacional do Fusca 20/01/2011

Fusca Pé de Boi  fotografado em Serra Negra -Sp pelo incansável Sr.Antonio Paes, quando fomos para o encontro de Lindóia ano passado.
Parabéns ao Besouro!

O encontro deste ano será na Puc-Pr no Prado Velho dia 23(domingo) das 09hs as 19hs.Maiores informações acesse http://www.dianacionaldofusca.com.br/

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Tudo tem um começo!

Esta primeira postagem é para dar boas vindas e para iniciar o compartilhamento de idéias, imagens, notícias, sobre o mundo do antigomobilismo. Divirtam-se!

Esta F-75  1975, foi o primeiro auto restaurado, ainda está conosco. Linda.